CASO MARCO AURÉLIO (MISTÉRIO)

114_00

RESUMO DO CASO
No dia 8 de junho de 1985, durante uma excursão no Pico dos Marins, Município do Piquete em São Paulo, o jovem escoteiro de 15 anos Marco Aurélio Bezerra Simon desapareceu sem deixar rastros de seu paradeiro e, mesmo com um gigantesco esforço de um exército de voluntários, civis e militares, absolutamente nada fora encontrado. O estranho episódio é um dos mais complexos e misteriosos da literatura brasileira, tendo entrado até mesmo em listas internacionais de maiores casos de desaparecimento do mundo. Oficialmente suas investigações foram encerradas no dia 8 de abril de 1990 e, embora o incidente houvesse recebido bastante atenção da mídia na época, acabou sendo consumido pelo tempo, praticamente recebendo o status de lenda. Foi quando o jornalista investigativo Rodrigo Nunes, em 10 de março de 2005, decidiu desarquivar o caso para resgatar o incidente e buscar novas informações. Como fruto de sua pesquisa, dois livros foram publicados, e em 2015 foram compilados em um único volume revisado. Seu teor traz inconsistências nos relatos dos outros escoteiros, do líder deles, no andamento das investigações policiais, além de conter teorias e entrevistas com testemunhas da época.

114_01

COMO ACONTECEU?
Marco Aurélio junto de seu grupo de escotismo, participaria de uma expedição para conquistar o Pico dos Marins, e assim cumprir a tarefa que os graduaria no Ramo Senior, destinado a jovens de 15 à 17 anos. A viagem estava marcada para o dia 6 de junho de 1985, onde o grupo faria a escalada para montar acampamento 2400 metros acima do nível do mar. A trilha não era das mais complicadas e, exigia mais disposição para marcha em ladeira, do que técnicas especiais. Neste dia, Marco Antônio, irmão gêmeo de Marco Aurélio, tinha ficado doente e portanto não pôde participar daquela aventura, considerada tão importante para eles. O grupo então se fechou com Marco Aurélio sendo designado como monitor, os escoteiros Ramatis Rohm, Ricardo Salvione, Osvaldo Lobeiro e, o instrutor e líder do grupo, Juan Bernabeu Céspedes. Eles integravam o Grupamento de Escoteiros Olivetanos, de identificação número 240. Chegado o momento seguiram para a cidade de Piquete, se direcionando para a propriedade de Afonso Xavier, um senhor com 50 anos de experiência no local, e que serviria de guia para o grupo. No local montaram acampamento e fizeram algumas atividades relacionadas ao escotismo. Na hora de iniciar a marcha pela trilha, o instrutor Juan Bernabeu dispensou o auxílio do Senhor Afonso, alegando a facilidade para percorrer aquele caminho, e decidido assim, o Grupamento 240 tomou partida.

114_02Aquela trilha era bem popular, havia sido traçada na década de 30, e frequentemente era utilizada por turistas e aventureiros, com ou sem treinamento. Na manhã do dia 8 de junho os quatro escoteiros iniciaram sua caminhada rumo ao cume do Pico dos Marins, quando no meio do caminho, numa descida do Morro do Careca, Osvaldo Lobeiro sentiu uma luxação no joelho. Continuar a aventura não era mais uma opção, então o líder decidiu retornar ao acampamento. Marco Aurélio então se prontificou em descer na frente, abrindo caminho para os outros que carregavam o rapaz ferido apoiado nos ombros. Orientado pelo instrutor, Marco Aurélio levou um giz para marcar todo o trajeto com o número do grupamento. Às 14:30h aproximadamente, o rapaz se afastou de seus amigos e tornou a descida. Fazendo corretamente sua função como batedor, o grupo passou por três pedras onde estava lá o número 240. Após a terceira pedra, havia uma bifurcação onde Marco seguiu pela esquerda, o caminho mais curto, porém orientados pelo instrutor, o grupo pegou a via da direita, uma vez que Juan entendia que aquele terreno embora mais longo, seria menos acidentado quando transportando alguém. Os outros garotos protestaram, mas Juan estava convicto da decisão, e reforçou que no fim da descida todos se encontrariam. Ramatis Rohm, Ricardo Salvione e Osvaldo Lobeiro, guiados pelo líder Juan Bernabeu, levaram cerca de quinze horas para concluir o retorno, chegando às 5:30h da manhã, dia seguinte, no acampamento. Quando se deram por conta perceberam que Marco Aurélio não estava presente, e que todos os seus pertences estavam da mesma forma, como no dia anterior, intactos. Juan então decide retornar à trilha para procurar o garoto, voltando cinco horas depois sem sucesso em encontrá-lo. Foi quando convicto da gravidade da situação, decidiu ativar as autoridades.

114_03

BUSCA POR LOCALIZAR MARCO AURÉLIO
O pai do menino era Ivo Simon, um jornalista respeitado da época, e rapidamente mobilizou meios através da imprensa. Foram designados 180 soldados do Quinto Bil, o Batalhão de Infantaria Leve de Lorena, 18 homens da COE, o Centro de Operações Especiais, 6 alpinistas de agulhas negras, helicópteros da Escola de Especialistas de Aeronáutica de Guaratinguetá, um avião mandado pelo Governador Franco Montoro, um helicóptero do jornal Estado de São Paulo, sem contar os inúmeros voluntários civis que conheciam muito bem a região. Piquete virou palco para uma enorme campanha de resgate, no qual cada centímetro do lugar fora remexido, mas nenhum vestígio do rapaz foi encontrado. Aquela busca foi tão minuciosa, que uma faca perdida na mata por um soldado, fora localizada no dia seguinte por outra equipe. Marco Aurélio havia desaparecido de maneira misteriosa, e isso intrigou por muito tempo a região. Nem mesmo as mais de 300 pessoas envolvidas foram suficiente para encontrar uma mínima prova de crime, ou um pequeno traço do desaparecimento. Cartazes foram expostos em mais de vinte cidades, os rios da região foram percorridos na busca pelo mínimo vestígio, e surpreendentemente nada fora encontrado, nem sequer um fio de cabelo.

114_04

AS INVESTIGAÇÕES
Antes de consumirmos os pormenores da investigação, é preciso ter em mente uma informação bastante estranha. Rodrigo Nunes, o jornalista investigativo que reabriu o caso em 2005, disse que ao entrevistar Vicente de Paula Santos, o datilógrafo responsável pelos depoimentos, descobriu a informação de que o profissional fora impedido por um major, de registrar em tempo real as declarações dos investigados. Todo o conteúdo constante das documentações foram registrados depois por intermédio do delegado Izidro de Ferraz, que ditou cada palavra. Isso faz com que inquérito não possa ser considerado integralmente confiável. Tendo isso em mente, a versão oficial do inquérito policial foi produzida com os depoimentos do líder Juan Bernabeu Céspedes, e dos escoteiros Ricardo Salvione, Osvaldo Lobeiro e Ramatis Rohm. Juan afirmou ter autorizado Marco Aurélio a seguir na frente abrindo passagem para o grupo que descia logo atrás, e que cerca de 15 minutos após a separação, não tinha mais visual de sua posição.

Durante a descida o grupo localizou apenas três marcações com giz feitas por Marco Aurélio, e que levavam até a fatídica bifurcação. O rapaz teria escolhido seguir pelo caminho da esquerda, mesmo sendo mais tortuoso para quem levava o peso de alguém ferido, como reforçou o líder Juan. Sendo assim decidiu por contrariar a sugestão do garoto, tomando a decisão de pegar o caminho da direita. Para acalmar o restante do grupamento que ficou preocupado com a Marco Aurélio ter seguido o outro trajeto, Juan afirmou que todos se encontrariam mais a frente, ao concluir o retorno. No entanto, isso não ocorreu. Juan também havia dito que havia cortado uma árvore e, Olindo Roberto Bonifácio, guia e voluntário que participou da reconstituição do caso, disse que tal árvore nunca foi encontrada.

114_05

INFORMAÇÕES E SUGESTÕES CURIOSAS

  1. Após reunião da diretoria do Grupo Escoteiro Olivetano, foi combinado que a marcha seria conduzida por Sr. Afonso, guia com experiência de 30 anos naquela região, porém o mesmo fora dispensado por Juan, com a alegação de que o senhor não teria tempo. Porém Sr. Afonso e sua esposa desmentiram, dizendo que estava sim disponível, que até havia preparado lanche para fazer o percurso, e que na realidade Juan tinha o dispensado.
  2. Um outro grupo havia cruzado com o Grupo Olivetano em seu acampamento e, prontamente se ofereceram para fazerem o trajeto juntos, no entanto Juan dispensou o convite.
  3. Quando Osvaldo Lobeiro se machucou, próximo às 14:00h, Juan autorizou Marco Aurélio ir na frente, porém acompanhou com ele sozinho cerca de 100 metros a frente para orientar sobre algo e apontar a direção para onde o menino deveria ir. Regra básica do escotismo é nunca se separar, então por qual razão um escoteiro de grande experiência quebraria tal protocolo?
  4. Durante a descida, próximo das 2:00h, Juan e os outros haviam passado por uma propriedade conhecida como Fazenda do Seu Filinho e, como era de se esperar, Juan deveria perguntar se Marco Aurélio havia passado por ali, mas ele não o fez.
  5. Ao chegar na base do acampamento o grupo não encontrou Marco Aurélio, e como seria natural, deveriam perguntar ao Sr. Afonso sobre o garoto. No entanto nem os outros escoteiros, ou mesmo Juan, percorreram os 50 metros até a casa do senhor para perguntar sobre o amigo.
  6. Um depoimento controverso foi obtido do escoteiro Osvaldo Lobeiro, que foi separado dos outros garotos e presenciou Juan Bernabeu Céspedes sendo torturado, sem o acompanhamento do escrivão. Após o ocorrido, a polícia tentou avançar com a hipótese que Juan abusou de Marco Aurélio e o teria matado.
  7. A operação pente fino foi feita em fila indiana pelo Quinto Batalhão de Infantaria Leve de Lorena, e este era um erro apontado pelo experiente guia, Ronaldo Nunes, que foi ignorado pelo Tenente Fischer que comandava a operação.
  8. Segundo o próprio Juan, ele retornou à montanha sozinho para procurar o menino, e passaram-se cerca de 5 horas depois, sem sucesso.
  9. Devido as fortes suspeitas, Juan concordou em passar por um polígrafo, mas o processo foi cancelado pelo delegado Francisco Baltazar Martin, que afirmou o rapaz ter sofrido fortes pressões psicológicas, e que aquilo interferiria no resultado do exame. Segundo murmúrios na Polícia, a decisão foi tomada devido a ingerência da União dos Escoteiros do Brasil, que não queria por em risco a imagem pública da instituição.
  10. No terceiro dia de buscas por Marco Aurélio, houve um incêndio de grandes proporções no Pico dos Marins, e os delegados George Henry e Bayerlein se questionaram se aquele ocorrido não havia sido proposital e com o fim de atrapalhar o primeiro dia em que participavam das investigações.
  11. Em entrevista a Rádio Mantiqueira, o delegado questionou o tempo alegado para percorrer aquelas trilhas: “O grupo de escoteiros dirigido por Juan havia o perdido o caminho na ida e na volta, pois na ida gastou seis horas (das oito da manhã às quatorze horas) numa caminhada que, pela trilha comum, batida e assinalada, não se leva hora e meia.
  12. Devido à má conduta, Juan Bernabeu Céspedes já havia sido expulso anteriormente de outro grupo de escoteiros. E isso é reforçado pelas três alegações nos itens seguintes.
  13. Segundo a experiência de Dr. Anivaldo Registro, delegado do G.A.S. (Grupo Anti-Sequestro de SP), os erros cometidos por Juan foram propositais.
  14. Pedro Teixeira da Silva, industrial, afirmou: “este não cumpria o regulamento do escotismo, era autoritário, ameaçava os garotos e não admitia ser repreendido.”
  15. Dr. Pedro Orlando Petrere Júnior, dentista, afirmou: “… modo estranho de comportamento … frio, com conduta que às vezes fugia ao normal de uma pessoa sã.”
  16. O laudo de reconstituição só foi liberado após o pai de Marco Aurélio ter recorrido à Corregedoria da Polícia Civil. Seu conteúdo era tendencioso, e apontava apenas indícios de que o garoto havia fugido. O inquérito policial contendo 391 folhas foi arquivado no dia 26 de abril de 1990, por determinação do Juiz de Direito Walter Luiz Esteves de Azevedo, acolhendo manifestação do Doutor Promotor Mauro de Oliveira Navarro.

114_06

TEORIAS COM EXTRATERRESTRES
Devido o ar de forte mistério sobre o caso não solucionado, muitas teorias foram levantadas e, a mais curiosa delas nasce de parte do depoimento que os adolescentes deram sobre o momento em que iriam dormir após o segundo dia de buscas. Da região próxima onde Marco Aurélio havia desaparecido, os jovens ouviram um grito e na sequência o som de um apito, vindo do matagal. Sabendo que o amigo possuía um apito, os garotos correram até o local, onde observaram apenas estranhas luzes azuis que piscavam três vezes. Apenas os rapazes alegaram tal história, já Afonso Xavier discordava, e afirmava que as luzes se tratavam de casas distantes na região. Em 2011 a teoria dos extraterrestres, foi questionada por Ivo Bosaja Simon: “Tínhamos uma amizade muito grande com o Juan, seus pais, irmã, cunhado e sobrinhos. Chegamos a passar Natal juntos. Após o fato, ele prestou os depoimentos à Polícia e desapareceu. (…) Os depoimentos no inquérito nos levam a muitas suposições. Os erros do líder foram propositais? Falou-se em discos voadores e, por sugestão de um delegado de São Paulo, fomos a Brasília falar com o general Moacyr Uchoa, expert no assunto. Falou-se da seita Borboleta Azul e, no depoimento à Policia, seu responsável deu um endereço em Goiás, para onde teriam viajado na época alguns jovens. Pedi a jornalistas amigos para investigarem e o endereço era uma casa abandonada. (…) Se Marco Aurélio quisesse fugir, como suspeita o perito, poderia fazê-lo em São Paulo, com roupas, dinheiro e documentos. Na barraca na serra, ficou tudo isso.

114_07

SERIA ESSE O CRIME PERFEITO?
Esse ano (2020) fará 35 anos do desaparecimento do escoteiro Marco Aurélio Bezerra Simon, e quem pôde acompanhar a repercussão na época, ou os detalhados documentários e programas de TV que se sucederam a reabertura dos arquivos feita pelo jornalista investigativo Rodrigo Nunes em 2005, sabe o quanto esse caso é instigante. São muitas as teorias, e além das esperadas, como sequestro e assassinato, também existe a linha das ideais que correm pelo sobrenatural. Até o controverso Chico Xavier entrou na história certa vez que a família o procurou para uma comunicação mediúnica, no entanto o próprio Chico havia afirmado ser incapaz de se comunicar com pessoas que ainda não desencarnaram. O caso definitivamente é muito confuso, e até hoje a família tem esperança de na resposta que tanto precisa, sobre o que aconteceu, ou onde está Marco Aurélio.

Barra Divisória

assinatura_dan

 

OS MELHORES FILMES SOBRE ALIENÍGENAS

093_00

CONTATOS IMEDIATOS DE TERCEIRO GRAU (1977)

093_03

SINOPSE: No meio de uma tempestade de areia no deserto californiano, vários aviões considerados desaparecidos desde a Segunda Guerra, reaparecem intactos sem nenhuma explicação. Sendo a única testemunha, um mexicano que dizia que o Sol saiu de noite, e cantou para ele. Os estranho eventos e aparição de luzes cantes no céu continuou a suceder. Roy Neary, um pai de família comum e técnido de uma companhia elétrica, acaba tendo um encontro com um disco voador numa rodovia completamente deserta. Enquanto em outro ponto, Jillian Guiller, tem seu filho Barry de apenas três anos abduzido pelos seres do espaço. Então Roy Jillian começam focam na beira da loucura tentando entender a real intenção daquelas criaturas.

COMENTÁRIOS: Contatos Imediatos do Terceiro Grau (Close Encounters of the Third Kind) é um filme do genial Steven Spielberg, e é sem dúvidas um dos filmes hollywoodianos mais importantes do gênero. A obra de ficção científica tem uma trama inspiradíssima, na qual ficamos até o fim sem ter certeza da verdadeira intenção daqueles seres alienígenas.

 

INTRUDERS (1992)

093_11

SINOPSE: Uma competente psiquiatra de um hospital de Los Angeles pesquisa os problemas de duas de suas pacientes, e acaba sendo inserida num complexo universo relacionado ao fenômeno OVNI.

COMENTÁRIOS: Intruders se baseia no best-seller de Budd Hopkins, e resgata centenas de casos de histórias verídicas, vividas por pessoas que passaram por experiências extraterrestres. Um filme surpreendente para todos os apaixonados pelo gênero, colocando o espectador em contato com vasta documentação e evidências físicas comprovadas.

 

FOGO NO CÉU (1993)

093_02

SINOPSE: Em 1975 um grupo de amigos trabalham como lenhadores no Arizona, e no retorno para casa avistam uma estranha luz vindo da mata. Intrigados eles se aproximam para ver melhor do que aquilo se tratava. Quando Travis Walton decide sair do carro, contrariando os avisos do amigo. Como se estivesse hipnotizado ele se aproxima daquela enorme luz que os pairava, e é suspenso no ar fazendo com que todos se assustassem. Fugindo em pânico daquela situação, os amigos deixam Travis para trás, mas retornam e não o encontram mais. Ainda mais assustados eles fogem do local, e procuram as autoridades, que duvidam de toda a história.

COMENTÁRIOS: Fogo no Céu (Fire in the Sky) é baseado no caso real de abdução de Travis Walton, e teve grande repercussão nos Estados Unidos em 1975. O caso de Walton recebeu bastante atenção da mídia, sendo um dos mais conhecidos casos de alegação de abdução alienígena. O filme é verdadeiramente bom como um drama de suspense, quanto documentação para os interessados em ufologia.

 

A INVASÃO (1996)

093_05

SINOPSE: Zane Zaminsky é um radioastrônomo entusiasta na busca por sinais vindos do espaço, e descobre uma emissão interestelar estranha vinda de um ponto 14 anos luz no espaço. Zane então entrega o registro da descoberta para seu chefe no Laboratório de Propulsão da NASA, e logo após é demitido com o pretexto de cortes no orçamento. Agora num novo emprego como operador de antena, descobre um forte sinal vindo do México, e intrigado decide investigar por conta prória. Lá ele encontra Ilana Green, uma climatologista que também fez estranhas descobertas, e acabam se envolendo numa perigosa conspiração.

COMENTÁRIOS: A Invação (The Arrival) é um filme que em seu lançamento teve um ótimo desempenho, mas hoje pouco é lembrado. Isso inclui até mesmo as que são fãs de ficção científica. Sua trama envolvente traz tensão do começo ao fim, e é sem dúvida ums dos melhores trabalhos de Charlie Sheen fora da comédia. Empolgante e divertido, traz um final surpreendente!

 

CONTATO (1997)

093_06

SINOPSE: Desde criança Ellie Arroway sempre foi apaixonada pela busca de vidas fora da Terra. Dedicada a sua pesquisa, beira a obsessão quando ao captar uma mensagem extraterrestre detalhando a montagem de uma desconhecida máquina, faz questão de ser a voluntária para o inseguro teste.

COMENTÁRIOS: Contato (Contact) é um filme baseado no romance homônimo de Carl Sagan, e conta com detalhes como costuma ser a rotina de uma pessoa que busca por sinais de rádio vindos do espaço. Dirigido por Robert Zemeckis, é junto com Contatos Imediatos do Terceiro Grau, um das melhores e mais importantes obras do gênero.

 

ESTRANHAS CRIATURAS (1998)

093_10

SINOPSE: A festividade da noite de Ação de Graças é interrompida por um aparente bleacute, e os irmãos McPherson saem na noite com uma câmera na mão para investigar o que pode ter sido o motivo. Para o azar deles acabam encontrando uma resposta nada convencional.

COMENTÁRIOS: Estranhas Criaturas (Alien Abduction: Incident in Lake County) é um filme independente que oficialmente nunca chegou no Brasil. Esta produção se enquadra como um ‘found footage’, o mesmo conceito proposto por A Bruxa de Blair (1999), onde supostamente é encontrado uma gravação amadora de um evento misterioso. Aparentemente descartável para muita gente devido a sua estética, Estranhas Criaturas é na verdade excelente para convencer os amigos de que é tudo real e se divertir.

 

SINAIS (2002)

093_01

SINOPSE: Graham Hess é um viúvo que mora com seus filhos, Morgan e Bo, e com seu irmão Merrill, no condado de Bucks, na Pensilvânia. Antes ele costumava ser o pastor da região, mas após a morte de sua esposa, se tornou uma pessoa ressentida e não gosta mais de ser chamado assim. Colleen morreu atropelada por Ray Reddy, um vizinho que dirigia alcoolizado. A família começa a ficar bastante assustada com misteriosos desenhos geométricos que começam a surgir em sua plantação sem o menor vestígio de terem sido feitos.

COMENTÁRIOS: Sinais (Signs) é um filme de ficção com a temática extraterrestre e um dos melhores de M. Night Shyamalan, também diretor de O Sexto Sentido (1999). Embora seja uma ficção, sua pegada dramática é tem uma atmosfera cheia de tensão e realismo.

O SEGREDO DO CÉU (2007)

093_09

SINOPSE: Cinco amigos saem em numa longa viagem à bordo de micro-ônibus, quando no cair da noite avistam no céu uma curiosa formação de luzes que se movem velozmente. Após o evento um pequeno acidente com o veículo obriga que eles parem na beira da estrada, e inicia-se um assustador encontro com criaturas alienígenas.

COMENTÁRIOS: O Segredo do Céu (Night Skies) usa como palco o maior avistamento em massa da história da ufologia, quando em 1997 uma série de luzes pôde ser vista por milhares de pessoas no Arizona. O caso ficou conhecido mundialmente como Luzes de Phoenix, e embora o caso seja um fato real, os eventos do longa são total ficção, no qual se mistura suspense e terror, conseguindo um excelente resultado, tanto para quem se interessa pelo assunto ou apenas quer se divertir.

 

CONTATOS DE 4º GRAU (2009)

093_12

SINOPSE: Várias pessoas começam a desaparecer numa pequena cidade do Alasca, e isso atrai atenção de um estudioso que acaba misteriosamente assassinado após ter se envolvido em investigar. Depois da morte do marido, Abigail Tyler, psicóloga, decidi dar continuidade aos estudos do marido, observando filmagens de sessões  que evidenciavam casos de possíveis abduções alienígenas. Sua própria vida começa a ficar conturbada, quando toda noite acorda repentinamente no mesmo horário, e a única coisa que sempre recorda é de estranha coruja na janela.

COMENTÁRIOS: Contatos de 4º Grau (The 4th Kind) é um filme de ficção científica que enganou muita gente ao se passar como baseado em fatos reais. Intrigante e realmente muito assustador, ele cria a falsa verdade para atrair maior público e dar ainda mais tensão para sua história contada. Mas engana-se quem acha que o fato de terem usado deste artifício faz deste um filme ruim. Muito pelo contrário, Contatos de 4º Grau é uma obra excelente e que deve ser vista!

 

AREA Q (2012)

093_08

SINOPSE: Thomas Matthews é um jornalista norte americano que após o desaparecimento de seu filho decide aceitar uma pauta bastante incomum de pesquisa, e viaja para o Brasil, mais precisamente a cidade de Quixadá, no sertão cearense. Seu objeto de estudo são os misteriosos fenômenos ufológicos que vem ocorrendo na cidade, então ele parte numa sequência de entrevistas aos moradores para montar um cenário de entendimento.

COMENTÁRIOS: Área Q (Area Q) se inspira e usa como plano de fundo o famoso Caso Barroso, que teria ocorrido em 1976, onde um homem relatou ter sido contactado, e após isso começou a sofrer severas debilitações na saúde até a sua morte. Sua produção é de baixíssimo orçamento, mas obrigatório para quem se interessa pelo assunto ufologia.

 

OS ESCOLHIDOS (2013)

093_07

SINOPSE: A família Barrett é normal e rotineira como qualquer outra, mas passa a ser conturbada quando sinistros fenômenos sobrenaturais começam a acontecer. Lacy, a mãe, decide partir numa busca incansável por explicações para esses assustadores eventos que envolve todos os familiares. O que ela irá descobrir não vai ser nada bom.

COMENTÁRIOS: Os Escolhidos (Dark Skies) é filme de ficção científica com ares de terror e suspense bastante atrativo. Seu clima enigmático colabora muito para que criemos a expectativa ansiosas por um entendimento e resolução da trama.

 

A CHEGADA (2016)

093_04

SINOPSE: Sistematicamente várias naves extraterrestres chegam na Terra e estacionam em diversas cidades do mundo, e com auxílio das Forças Armadas, a Dra. Louise Banks tenta se comunicar para tentar descobrir suas reais intenções.

COMENTÁRIOS: A Chegada (Arrival) é um filme de ficção científica bastante original, que traz o assunto linguística como pauta. Seu clima não é de ação ou aventura, mas sim de um tenso quebra-cabeças para entender uma língua completamente diferente das conhecidas pela humanidade. Decifrar a mensagem é crucial para saber se o planeta está ou não correndo algum risco.

Barra Divisória

assinatura_dan

E.T.: O EXTRATERRESTRE (CRÍTICA)

055_00

SINOPSE
Elliott está tranquilo em sua casa quando é surpreendido por um extraterrestre de feições muito curiosas. O garoto toma um grande susto, mas logo percebe que aquela criatura era totalmente inofensiva. Os dois então desenvolvem uma grande amizade e, descobrem que a distâncias interestelares não são o suficiente para nos fazer tão diferentes. O menino então resolve escondê-lo dentro de casa para protegê-lo, mas o que ele não imaginava, é que as pessoas descobririam, e tornariam um caos a passagem daquele gentil alienígena pelo planeta Terra.

055_01

EXPERIÊNCIA PESSOAL
Existe algum filme que você considere o de mais importância na sua vida? Não necessariamente o que você ache melhor por ter enumerado uma dúzia de motivos, mas que simplesmente ficou marcado na sua história. Pra mim esta é a obra que cumpre esse papel. Sendo uma lembrança fiel à realidade ou não, eu me recordo nitidamente do dia em que meu padrinho chegou na minha casa trazendo o VHS de E.T.: O Extraterrestre para nós assistirmos. Imagino que eu devia ter uns seis anos. Tínhamos recém adquirido uma TV colorida da Telefunken e uma videocassete da CCE. Tecnologia de ponta! Eu não fazia ideia de que filme era aquele ou de qualquer outra opção que existia, diferente de hoje, as crianças daquela época não nasceram com um smartphone na mão e a infinidade do YouTube Kids disponível. Até aquele momento para mim só existiam duas opções, o canal do Bozo ou o canal da Xuxa.

055_02

Lembro de ser noite, e imagino que por volta das vinte horas, já que era o habitual do meu pai chegar em casa. E nesse dia meu padrinho, sua esposa, e meu pai, chegaram juntos da rua. Então todos nos amontoamos naquela pequena sala para podermos assistir. A experiência pela ótica de uma criança ainda inocente, vendo uma história tão rica em conceitos morais, ecoou no meu cérebro por toda a vida. As pessoas geralmente temem a ideia de se deparar com um extraterrestre, mas eu conservei a proposta do ET bonzinho daquele filme. Então se um dia eu der de cara com qualquer alienígena (creio eu que ainda não tenha acontecido), eu com certeza vou convidar para um café.

055_03

“Este não é simplesmente um bom filme. É um daqueles filmes que afastam nossas advertências e conquistam nossos corações” – Roger Ebert, crítico de cinema

Tempos depois Ebert adicionou E.T.: O Extraterrestre a sua lista de melhores filmes, estruturando o ensaio como uma carta aos seus netos sobre a primeira vez que eles assistiram. (Fonte: Wikipedia)

COMENTÁRIOS
Nesse ponto há bem pouco a se falar. E.T.: O Extraterrestre é fruto da década de oitenta, um período inspiradíssimo para Steven Spielberg. Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida, Poltergeist, Gremlins, De Volta para o Futuro, A Cor Púrpura, Goonies, são só algumas das obras primas que consagraram esse gênio do cinema por quem eu tenho tanta admiração.

055_04

Se tratando dos aspectos técnicos, podemos dizer que é uma produção coesa do começo ao fim. Traz bons efeitos especiais, atuações adultas e mirins indiscutíveis, um roteiro conservador muito eficiente, e o principal, pelo menos para mim, uma das trilhas sonoras mais fantásticas de todos os tempos! Spielberg sozinho já era um cineasta incrível, mas junto de John Williams eles se tornaram lendas! As composições originais para o filme são incríveis viagens sobrenaturais, que fazendo os uso de harpas, violinos, pianos, celestas e percussões, nos transportam para um mundo inesquecível de fantasia. Essa é um das poucas produções que conheço que as opiniões são unânimes quanto sua qualidade. Hoje E.T.: O Extraterrestre é eternizado como um dos melhores filmes de todos os tempos!

055_05

ELENCO E FICHA TÉCNICA
Dee Wallace, Henry Thomas, Peter Coyote, Robert MacNaughton, Drew Barrymore, Pat Welsh (voz do E.T.), K. C. Martel, Sean Frye, C. Thomas Howell e Erika Eleniak. E.T.: O Extraterrestre é uma produção de 1982 dirigido pelo renomado diretor Steven Spielberg, que também fez parceria na produção com Kathleen Kennedy. Seu orçamento fora de míseros 10,5 milhões de dólares, se comparado à sua receita de quase 793 milhões! Nosso amigo extraterrestre surgiu como um furacão, desbancando até mesmo Star Wars, e se tornando na época o filme de maior bilheteria de todos os tempos! Sendo superado apenas em 1993, com outro trabalho de Steven Spielberg, com Jurassic Park.

055_06

REPERCUSSÃO E PREMIAÇÕES
Indicado para nove estatuetas do Óscar durante a quinquagésima quinta cerimônia, em 1983, foi apontado como favorito para o Prêmio de Melhor Filme, mas perdeu para o indo-britânico-estadunidense Ghandi (1982). No entanto venceu em quatro categorias, Trilha Sonora, Melhor Mixagem de Som, Melhor Edição de Som e Melhores Efeitos Especiais. Também recebeu o Prêmio Saturno nas categorias Melhor Filme de Ficção Científica, Melhor Roteiro, Melhor Efeitos Especiais, Melhor Música e Melhor Arte de Cartaz, enquanto Henry Thomas, Robert McNaughton e Drew Barrymore receberam o Young Artist Awards. Pela trilha sonora John Willams recebeu o Globo de Ouro, Prêmio Saturno, dois Prêmios Grammy, e um BAFTA. Ganhou os prêmios de melhor filme estrangeiro no Blue Ribbon Awards do Japão, Cinema Writers Circle Awards da Espanha, César Awards da França e David di Donatello da Itália. Fora muitos outros prêmios menores da crítica especializada em cinema. E.T.: O Extraterrestre é apontado como um dos filmes mais importantes da história, e até hoje detém não apenas milhões, mas bilhões de fãs por todo mundo!

055_07

CONCLUSÃO
Uma obra de arte que nenhuma explicação se faz boa o suficiente para mensurar sua tamanha grandeza. Conceito sem precedentes e que até hoje não tem nada com proposta parecida tão bem executada. E.T.: O Extraterrestre é um trabalho formidável vindo de uma das mentes mais brilhantes existentes na Terra, Steven Spielberg. Um filme fantástico que não é apontado para nenhuma idade específica, então seja você uma pequena criança ou um adulto brucutu, te desafio a não se emocionar com essa lindíssima história de um etezinho bondoso que um dia passou por esse indigno planeta. Tem filhos pequenos e ainda não mostrou esse E.T. para eles? Está esperando o que então, essa é sua obrigação como pai ou mãe, de dar um dos melhores presentes da vida para suas crianças!

Barra Divisória

assinatura_dan

PARALISIA DO SONO: DO MITO À CIÊNCIA

019_00

Você desperta abrindo os olhos mas sem conseguir mover qualquer outro músculo do corpo. Enquanto paralisado e vulnerável na cama, uma sinistra silhueta negra abre a porta vagarosamente. Você arregala os olhos querendo gritar. Sua voz não sai. Por dentro sente seu corpo de debater, são as ordens que seu cérebro envia, mas nada além da visão obedece. Aquela primeira entidade entra seguida de outras. Muitas outras. Vão se acumulando ao redor da cama fixando em você. Penetrando sua alma. Enxergando seus maiores medos. Se mantém assim, te encarando, sentem prazer em te ver sofrer. Chegando tão perto roubam seu ar. A agonia contamina o corpo inteiro com um sopro gélido, não é um sonho. Você tem consciência de perguntar e se responder. Num estado de pânico aqueles minutos parecem horas, te faz refém de um medo descontrolado. Um peso cai sobre o seu peito, você vai morrer…

019_01

019_02A CULTURA CONTA
Esse fenômeno assustador não é algo incomum e acomete 7,6% da população mundial segundo a revisão sistemática de mais de 30 estudos, onde essas pessoas tiveram pelo menos um episódio de paralisia do sono durante a vida. Dependendo da cultura a condição recebe nomes e interpretações diferentes. No Brasil existem regiões onde uma lenda fala sobre uma criatura magra de pernas curtas, dedos longos, unhas compridas e amareladas de sujeira que fica sobre o telhado das casas esperando as pessoas dormirem para atacar. A criatura folclórica é uma mulher conhecida como Pisadeira, e muitas vezes elas surgem subindo no peito daqueles que caem no sono. No Canadá existe o Old Hag, criatura que espreita as sombras esperando uma oportunidade para atormentar quem descansa, e o mesmo se repete com os ma de espíritos que sufocam os vietnamitas no sudeste asiático. Os espanhóis sofrem com a Pesanta, um grande animal preto em forma de cão, mas que as vezes é descrito como um felino. São muitas as superstições envolvendo a paralisia do sono. No passado eram comuns os relatos de demônios que podiam assumir a forma humanoide e invadir o sonho das pessoas. Traziam tormento e drenavam a vitalidade sexual de suas vítimas. Íncubo era sua personificação masculina, e súcubo a feminina. Hoje em dia as pessoas não só são atormentadas por sombras, espíritos ou demônios, mas também são visitadas e até mesmo abduzidas por extraterrestres.

027_03

EXPLICAÇÃO MASTIGADA E EXEMPLIFICADA
Percebemos que a exposição cultural dos indivíduos corrobora para os diferentes cenários durante essas tensas experiências. Mostrando que a ilusão criada nada mais é que o acúmulo caótico dos nossos medos e traumas. A paralisia do sono pode ocorrer em pessoas de qualquer idade e em qualquer horário do dia. Existem vários estágios que montam nosso momento de sono, e um deles é conhecido como Sono R.E.M., sigla em inglês para rapid eye movement, que traduzido fica movimento rápido dos olhos. O período R.E.M. se repete durante os vários momentos do sono. Acontece de nesse período as nossas funções motoras estarem “desativadas por segurança”, basicamente para não nos debatermos descontroladamente por conta de estímulos dos nossos sonhos por exemplo. Já imaginou sonhar estar correndo e literalmente seu corpo corresponder à ideia? Bem, é por isso que ele precisa desligar. O distúrbio é o despertar pela metade. É o estar consciente ao mesmo tempo com acesso ao seu subconsciente. Durante a paralisia do sono você abre os olhos de forma consciente mas o seu corpo ainda não recebeu o estímulo cerebral para que recobrasse as funções motoras por completo. Então te sobra apenas pode assistir o ambiente ao redor, e junto disso por conta do pânico da imobilidade, traz do subconsciente seus piores medos. Nesse momento pode acontecer de tudo que seu cérebro puder produzir!

027_04

A paralisia do sono é mais recorrente do que imaginamos, e geralmente nem percebemos que ela ocorreu. Na maioria das vezes passamos por ela e acabamos catalogando como apenas mais um sonho. O mais curioso, e que serve para provar que temos consciência nesse estágio de paralisia, é que temos ciência de que estamos passando pelo transtorno. Particularmente é o que aconteceu comigo. Um tempo atrás eu passei pela minha primeira experiência com o fenômeno, e por mais estranho que possa parecer, eu sabia que estava tendo uma paralisia do sono. Coincidentemente eu havia lido um artigo sobre o assunto poucos dias antes, então procurei não estimular o pânico. Eu via sombras aleatórias se formarem pelas paredes, tinha a sensação de que as coisas giravam vagarosamente, mas não alimentei minha ilusão com nada medonho. Procurei estimular as extremidades do meu corpo, os dedos dos pés e das mãos. Tinha lido no tal artigo que isso ajudava à sair do estado anestésico. É exatamente essa a sensação, a de estar anestesiado. Aquela sensação ruim de quando você acorda após uma cirurgia e não consegue mover parte do corpo. Quem já passou pela anestesia raquidiana vai saber do que estou falando. Se concentrando em forçar essas extremidades, você consegue bem rápido se libertar da paralisia. E com alguns tapas e água gelada no rosto você está novinho em folha e definitivamente acordado.

027_05

O QUE CAUSA A PARALISIA DO SONO?
Existem vários fatores que somam para o distúrbio. O baixo índice do hormônio melatonina e do aminoácido triptofano, o sono irregular, estresse elevado, alimentação pesada, consumo excessivo de bebida alcoólica, uso de drogas lícitas ou ilícitas, e até mesmo o nível elevado de fadiga. Basicamente um pouco de tudo pode suceder à condição. Sem contar os grupos de pessoas que sofrem deste problema de forma crônica, e que precisam de acompanhamento médico profissional para conseguirem uma melhor qualidade de vida. A paralisia do sono pode parecer algo muito assustador, mas depois que entendemos como ela funciona, podemos melhorar muito nossa qualidade de sono.

Barra Divisória

assinatura_dan